20 de dez de 2010

Certezas em 2011

- Mas este ano voou, né?

E assim a vendedora tentou puxar assunto. E eu, sempre prestativo com pessoas educadas, concordei com sua colocação acenando um breve "sim" com a cabeça.

Embora esta frase seja a coisa mais clichê de todos os tempos (desde que farmácia era escrito com PH), trouxe uma reflexão instantânea enquanto eu apertava o passo para sair do shopping, que estava BUFANDO de gente!

Sempre pensei nisso. E, embora tenha jornalista lendo meus textos, desculpe...mas desta vez o recado é para vocês!

A célebre frase trouxe um pensamento que nunca dividi com alguém.

Pois bem. O ano voou e aposto que nos próximos dias vou continuar assistindo a mesmo coisa na tv!

10 Coisas que os jornais vão noticiar:

1) Aumento do material escolar.
Sim, vai aumentar mais ainda! Daqui uns dias os pais precisarão vender o carro pra comprar um caderno pro filho.

2) Praias lotadas no Carnaval.
Óbvio.

3) Aumento de acidentes na volta do Carnaval.
Óbvio também.

4) Aumento dos preços de ovos de Páscoa.

5) Aumento de venda de ovos de Páscoa.
É incrível. Quanto mais caro, mais vende!

6) Reportagem com pessoas que trabalham como Papai Noel.

7) Reportagem pra mostrar a 25 de Março em São Paulo em época de Natal.

8) Como empregar melhor o seu 13º salário. Reportagem com pessoas que o utilizam para pagar despesas, e outras que utilizam para presentear.

9) Lotação das rodovias rumo à praia.

10) Lotação das rodovias no retorno das férias praianas.

Enfim...tenham um bom Natal e um ótimo Ano Novo!
Obrigado por me aturar e em 2011 tem muito mais. Sempre ácido, verdadeiro, sarcástico e de mãos limpas!

17 de dez de 2010

Sua gíria, sua idade.

Legal mesmo é conversar com gente que só usa gíria, né?

Agora o mais interessante é quando a pessoa ainda não se deu conta que está 2010. E quase 2011. E piora ainda mais quando nos damos conta que no filme De Volta para o Futuro II, a imagem que fizeram do mundo é muito irreal...com carros voando, tênis que se ajustam automaticamente aos pés, etc. Do jeito que é, não duvido tais pessoas continuarem usando expressões, verbetes ou seja lá o que for para se comunicar.

------------

Cena 1) Você comprou um tênis "maneirão" e todos gostaram.
Seu amigo: Chuchu beleza seu tênis!

Cena 2) Seu time é ruim e corre risco de não entrar para o campeonato.
Seu inimigo: Duvi-de-o-dó que vai conseguir o título este ano!

Cena 3) Seu cachorro escapou e traçou a cadela do vizinho, que por sua vez, para desespero, é policial aposentado! (os mais violentos)
Você para você mesmo: Pela madrugada!

Cena 4) O churrasco é muito gostoso.
Seu cunhado: Bom pra dedéu este Coxão Duro.

Cena 5) Sua bisavô dando em cima da sua bisavô quando tinham 15 anos.
Bisavô: E aí Broto?

------------

Não importa como você fala, o jeito que se veste e a idade que tem. As suas gírias revelam em que lugar do passado você está (ou esteve)!

9 de dez de 2010

Falsidade Moral

Dedico parte do meu tempo para pensar nos hábitos alheios. Não fico colocando defeito em pessoas, amigos e colegas. Não julgo se o que vestem ou falam é contra minha filosofia! Apenas observo. Minha nobre amada bem sabe da minha habilidade para observar o mundo ao redor. Não falo, não julgo...guardo para mim e faço de conta que não percebi!

Depois deste longo e bonito discurso de "sou uma pessoa que odeia fofoca" (o que é uma mentira nacional e internacionalmente falando), sem distinção de raça ou sexo, posso dizer que tem uma coisa que muito me chama atenção. E o que me chama nível tão grande de atenção para expressar tal sentimento neste blog, sinceramente, não é o fato de uma pessoa ter criado um perfil fake do Jô Soares no twitter escrevendo "simplismente Jô". E sim, mais sinceramente ainda, é o fato de uma pessoa querer fazer um perfil FAKE.

Para quem desconhece tal palavrinha, significa criar um perfil FALSO. Seja no twitter, orkut, facebook ou qualquer outra rede social. E pior ainda, a pessoa perde tempo criando um perfil, adicionando informações e, pior ainda, atualizando com informações pífias (eu sou muito cult mesmo!) e erros de português que nem mesmo o Pasquale conseguiria explicar!

Fique famoso, adicione dinheiro em todos os bolsos de suas calças, dê entrevistas e depois entre na internet. Você verá que perfis por toda a WEB foram criadas...e o melhor, sem você pedir por este serviço. E de graça! Aí você começa a ler o que você anda falando!! Você não...o que os outros falam por você! Aí vem o mais legal: Simplismente, Indiota, Tálbua, Acessoria de Imprenssa, fasso (do verbo fazer - aliás, fazer é com Z de ZUMMM).

A culpa é de quem??? Minha que presto atenção, do indiota que criou fake ou de quem fica famoso?

7 de dez de 2010

Pague-me como puder.

Dharma: Sucesso de vendas, toda loja vendia. Acho que até os açougues. Para quem não sabe, Dharma era marca de tênis nos anos 90.
M-2000: Idem ao ítem acima, anos 90...até loja de inseticida vendia.
Nike Air Max: Pelo menos um membro da sua família tinha, ou tem. Ou terá.

A interligação de todos estes produtos nos leva a pensar em uma coisa que passa despercebido: até hoje os sistemas de pagamentos são variados, muito mais que antigamente, o que indica a obrigatoriedade de um local, hoje em dia, aceitar vários cartões etc.

Eu disse OBRIGATORIEDADE. Seja para comprar um Dharma, M-2000 ou Nike Air Max...não acho justo estabelecimentos comerciais em pleno (quase) 2011 ainda ficar com avisos do tipo:

• Não aceitamos cartões de débito
Se você não tem dinheiro na carteira, se ferrou.

• Não aceitamos cartões de crédito
Se você não tem dinheiro na conta, o problema é só seu. O cara não quer vender mesmo uai...

• Não aceitamos cheque
Esse eu ainda compreendo a razão.

• Não aceitamos cartões de crédito e débito
Na boa...vá pros quintos dos infernos...por que abriu o estabelecimento? Se até loja de contrabando aceita, o mínimo é oferecer opção de pagamento.

• Para pagamento no débito: valor mínimo R$ 20,00.
Para início de conversa, 20 mangos dá pra fazer muita coisa...e para reinício de conversa isso é contra a lei.

A questão é que alguns lugares são bem variados e aceitam várias opções. Infelizmente tem aqueles que querem falir e não sabem como. Faça o seguinte...vá ao Makepizza e fique olhando a quantidade de "NÃO" que tem nos banners pela pizzaria: NÃO aceitamos isso, NÃO faça tal coisa, NÃO sei o quê lá...

Enfim, gaste seu solado e faça força para dar preferência a quem dá opções ao cliente. Sou encucado com atendimento mesmo.

------------------

É no twitter que o cê fica sabendo das atualizações sô
@rudycm

2 de dez de 2010

Saudade do que era pior!

O ano 1997 não foi bissexto, é um número primo, Celso Pitta assumiu a prefeitura de SP além disso eu poderia citar muitas coisas ainda, mas o principal ficaria de lado: A internet.

Este foi o ano em que a internet se popularizou no Brasil, se é que eu posso falar que era uma coisa popular. Na época eu não me importava muito com o preço das coisas...mesmo porque eu tinha apenas 14 anos! Nada eu poderia fazer caso meus pais não quisessem ter acesso a rede mundial comunicação por dados telefônicos!

O fato é que nada me importava tanto quanto ficar conversando com meus amigos pela internet. Eu passava o dia inteiro com eles e depois da meia-noite eu ficava contando os minutos para continuar fazendo a mesma coisa só que virtualmente.

Se tudo fosse assim tão fácil e doce, esta história não teria a menor graça!

É que no início, além da internet deixar a linha de telefone ocupada, o processo de conexão era sempre uma surpresa! Ou ficava muito lento ou sua mãe acordaria reclamando do barulho do modem conectando-se à internet!
Era regra...
Eu rezava para dar meia-noite e um minuto para poder conectar e, não menos tenso, ficava rezando pra minha mãe não vir enchendo o saco com o barulho do modem e, não menos tenso, ficava rezando pro CHAT Uol ter uma vaga pra eu bater um papo com a galera pelo mundo e, não menos tenso, ficava implorando pro ICQ ficar online. Era muito tenso antigamente! E-mail? Nossa, precisava de tutorial pra poder usar!

Hoje a gente conecta internet o dia inteiro, não paga nada a mais por isso, o MSN é o senhor perfeição e tem mais de mil provedores grátis de email.

Sinto saudade do barulho do modem!

---------------

"Sigai-me no twitter e saberás o que dizes meu blog" Salmo 23 - 13:5 - Jó
twitter: rudycm